Rodrigo James

Harder, faster, improved

APJ X Ed Motta

Não sei se vocês viram isso. Ed Motta e Álvaro Pereiro Junior no Altas Horas do último sábado. Ed mandou muito mal e APJ mandou a resposta que ele merecia.

sexta-feira, setembro 12, 2008 - Posted by | televisão

4 Comentários »

  1. Mal mesmo… E o Álvaro se colocou bem demais, haja vista que ele não conseguiria falar mais do que uma frase pela entonação na qual o papo já ia… então falou uma que resolveu. O cara tem que ser “bão” para soltar uma assim. E nem é que eu discorde completamente do Ed – tem muito crítico que devia ter mais responsabilidade em sua atividade, como bem disse Frejat. Contudo, o Ed peca completamente quando coloca toda a massa crítica jornalística brasileira em uma mesma banheira de incompetência. Sua fala foi típica daqueles que, ao contrário do que afirmam, sofrem e vão aos céus a cada crítica feita à sua obra. E, cá pra nós, sem a crítica ia haver muito mais coisa ruim por aí do que já há. “Créu” no Ed, portanto.

    Comentário por Ewerton Martins | sexta-feira, setembro 12, 2008 | Responder

  2. ed mota e suas contradicoes

    Comentário por Penalva | segunda-feira, setembro 15, 2008 | Responder

  3. Vi pelo o youtube esse vídeo. Gosto dos comentários do APJ, ele realmente não gosta de música brasileira. Percebe-se que ele detona qualquer panelinha musical, vide agora o que ele escreveu em sua coluna no folhateen:
    “Falando em sucesso na web, na semana passada, sem querer, me transformei em “astro” de um vídeo que bombou no YouTube (quer dizer, bombou naquele grupinho que acredita que a Mallu Magalhães é um sucesso planetário e que o mundo está de joelhos diante do Bonde do Rolê -ou seja, cerca de 500 pessoas). Sou eu ouvindo um zé ruela falar um monte de asneiras e aí dando uma cortada no sujeito. Isso mostra que acerto ao recusar TODOS os convites para debates musicais. Só que esse não era para ser um debate, e aí…”
    É excessiva a bajulação em cima de bonde do rolê, malu magalhães, CSS…
    APJ humaniza a vacas sagradas do Brasil.

    Comentário por warlen anarkaos | quarta-feira, setembro 17, 2008 | Responder

  4. Como disse o Roberto Frejat no mesmo programa, a opinião de um crítico e só mais uma entre várias. A única diferença da opinião do APJ para a minha é que não estou no Folhateen ou no programa da Luciana Gimenez.
    Temos de lembrar que o Ed Motta é um dos grandes conhecedores de música do mundo e um excelente músico, multinstrumentista, etc. Porém tem suas contradições como qualquer pessoa.
    O APJ é um daqueles críticos que desrespeitam o trabalho dos músicos, basta ler o comentário sobre o pianista Vítor Araújo, apesar de não gostar da música dele acho injusta uma crítica como esta:

    “EJECT – Pianista “indie” Vítor Araújo
    É o novo Richard Clayderman, só que por enquanto ele se leva a sério. ”

    Para manter a linha crítica do APJ:

    Álvaro Pereira Júnior é o Neto da crítica musical. (Neto: ex-jogador e comentarista de futebol. Ambos são paulistas, porém a maior diferença é que o Neto entende de futebol mais do que o APJ de música.)

    Comentário por Túlio Macedo | quarta-feira, setembro 17, 2008 | Responder


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: